Buenos Aires – uma cidade para os românticos
América do Sul Argentina

Buenos Aires – uma cidade para os românticos

Buenos Aires é um destino para os românticos de plantão! Às vezes chamada de Europa da América Latina, a cidade é calorosa, cheia de energia e esbanja charme. Rica arquitetura, repleta de história, deliciosos cafés e ruas arborizadas são parte dos elementos que conferem um ar de romance na capital argentina.

 

DICAS

Brasileiros não precisam de visto, nem passaporte, nem carteira de habilitação internacional para esse destino. Podem entrar com a RG, com o único detalhe de que a foto precisa estar reconhecível. Além disso, não há nenhuma exigência de vacina.

Sobre as moedas, em Buenos Aires, é bom levar Real e fazer o câmbio por lá. Para destinos próximos de lá, o mais recomendado é levar Dólares para fazer a conversão.

 

QUANDO IR

A cidade pode ser visitada o ano todo e tem estações bem definidas. Cada uma das estações promove uma experiência diferente: No verão, especialmente em dezembro, janeiro e fevereiro, as temperaturas passam dos 30ºC e o calor parece ainda mais intenso por conta da super umidade. No inverno, de junho a setembro, chove menos e a temperatura média é de 12ºC, chegando até 0ºC em noites frias, por isso se prepare para tirar o casacão do armário se optar por viajar nessa época.

 

ONDE FICAR

Hostel, Centro de Buenos Aires

Existe uma diversidade de tipos de acomodação em várias partes da cidade, desde hotéis de luxo a albergues. O mais importante na hora de decidir onde ficar é escolher a localização. No Centro, você está perto dos principais centros de compras, mas a região é bem erma à noite e a maioria das hospedagens sofre com a falta de reformas.

Para continuar numa região mais central, sem esses pontos negativos do Centro, recomendamos se hospedar na Recoleta. É um bairro colado ao Centro, ótimo para fazer passeios a pé e super charmoso. Lá está o fofíssimo Grand Petit Casa Hotel é bem pequenino, tem 6 quartos. Um estilo mais bed & breakfast, cheio de charme.

Em Palermo, é legal de se hospedar se quiser curtir o burburinho de bares e restaurantes, num clima bem jovem descolado. O CasaSur Palermo, é um dos hotéis mais bem avaliados do bairro e inclui no pacote city-tour gratuito pela cidade que acontece todos os sábados. Além disso, ainda oferece bicicletas se quiser curtir a cidade pedalando no seu tempo. Se você preferir, pode ficar em uma das muitas opções de Airbnb do bairro.

E, por último, San Telmo, que ganhou fama pelos albergues. São inúmeros com propostas bem legais! É uma ótima região para ficar se estiver com vontade de uma imersão porteña.

 

O QUE E ONDE COMER

Umas boas dicas, antes de começarmos o festival de comida boa de Buenos: Alguns restaurantes ainda não aceitam cartão, apenas dinheiro em espécie, pesos argentinos mesmo (não é comum que aceitar dólares ou reais). É sempre bom confirmar ao chegar.

Acreditamos que jantar nas casas de tango não vale a pena. O preço costuma ser alto e a qualidade quase sempre deixa a desejar. Uma boa é sair para jantar e depois seguir para o espetáculo!

 

Agora vamos lá, primeiro de tudo, começaremos com um verdadeiro clássico portenho:

Cafe Tortoni

Fundado em 1858, lugar de tradição e de arquitetura luxuosa, o Tortoni é considerado a cafeteria mais antiga da cidade. As boas pedidas por lá são um café e chocolate com churros. O café da manhã também fica como segundo motivo para voltar: bem completo, vem com medialunas, bolinhos, pan de miga tostados, geleias e doce de leite. Durante a noite, o café tem apresentações de tango em um salão super exclusivo, que são pagas à parte.

Café Tortoni, Buenos Aires

La Cabrera

Além do doce de leite, a Argentina é famosa pela carne. O La Cabrera é considerado por muitos um dos melhores restaurantes para comer carne da Argentina, servida com vários molhos. O espaço ainda conta com uma decoração muito legal.

Sarkis

Fugindo um pouco da onda da Parrilla argentina, o Sarkis é um restaurante de comida Armena/Árabe que ganhou nosso coração e, notando pela lotação diária daquele lugar, de Buenos Aires inteira. A dica é chegar cedo, um pouco antes das 20h, pois o restaurante lota e se você chegar com fome vai sofrer! Apesar do tempo de espera, o lugar compensa com simpatia e SABOR! Pedimos o arroz pilaf e a kafta de cordeiro com molho de iogurte e salsinha, e achamos que nunca comemos uma kafta tão boa! De sobremesa pedimos o Sarkito que é basicamente um copo enorme com sorvete de creme e chocolate, afundado no whisky e cobertura de chocolate e nozes. Pedimos o “chiquito” e já era bem enorme!

Nucha

A nucha é um daqueles lugares lindinhos que te encantam. Com um ar bem moderninho e clean, tem uma grande variedade de opções de cafés, chás e comidas para acompanhar. Sugerimos ir para o café da manhã ou lanche da tarde, é realmente uma experiência muito gostosa.

Interior do Café Nucha, Buenos Aires
Foto: página do Nucha no facebook

 

Agora mais do que indicar outros lugares para comer, vamos pontuar sobre o que não dá para não experimentar!

Doce de leite

Pode abusar de doce de leite por lá, tem que aproveitar muito, tenha certeza! Diferente do Brasil, o doce de leite argentino é mais escurinho e menos doce. Puro ou recheando sobremesas é imperdível de todos os jeitos!

Sobremesa com doce de leite, Buenos Aires

Alfajor

Toda oportunidade de experimentar um alfajor diferente é válida! A Havana é talvez a marca de doces mais conhecida na argentina, e que já está pelo Brasil também. Mas existem outras marcas mais locais e artesanais inclusive que são deliciosas: Abuela, Cachafaz, Goye,  Jorgito, Negro, Recoleta e muitas outras são encontradas em supermercados e kioskos.

Sorvete

Não dá para resistir de um sorvete super cremoso de Buenos Aires nem no inverno! A Freddo é a sorveteria mais tradicional que já abriu lojas (para nossa grande felicidade) aqui no Brasil. Mas tem outras bem recomendadas que achamos maravilhosas também como a Persicco, Un’Altra Volta, Jauja e Tufic. Pode fazer uma parada em cada uma pra garantir!

Sorvete, Buenos Aires

Empanadas

Queridinhas argentinas que são uma perfeita opção de lanche ou refeição rápida/econômica. Servidas em muitos restaurantes e cafés de cidade, podem ser assadas ou fritas e tem uma grande variedade de recheios. Interessante provar a de choclo, uma espécie de milho bem diferente.

Fugazzeta

Pensa em uma pizza bem encorpada! Massa bem alta e muiiiito queijo, daquele jeito que dá água na boca só de pensar!

Choripán e sanduíche de Bondiola

Clássicos lanches de rua em Buenos Aires, sanduíches de pão com linguiça variados temperos que pode ser encontrado inclusive em vários restaurantes

Foto: taste.com.au

Fernet

Esse é para quem quer conhecer as bebidas. Uma bebida que na verdade foi criada na itália, mas que é muito popular entre os argentinos é o Fernet. Com o gosto BEM forte e meio amargo, não amamos, mas é válido experimentar. Normalmente os argentinos misturam com Coca Cola e bebem nas baladas.

Vinho

Pode ser mais em conta que a água e cafezinhos se comparados a preços brasileiros! Já o querido Malbec é deliciosamente mais em conta já que é nacional.

Limonada

Pra variar do vinho, a versão portenha da limonada é bem refrescante da bebida, com gengibre e hortelã.

Pan de miga

O pão de forma bem fininho, também conhecido pelos brasileiros, em Buenos Aires são usados para os tostados, como eles chamam.

 

O QUE FAZER

 

Escultura Floralis Generica, Buenos Aires

 

Buenos Aires tem muitos pontos turísticos como a Casa Rosada, a linda escultura metálica Floralis Generica e o Estádio do Boca Juniors.

 

Além desses pontos clássicos super conhecidos, vamos dar nossas dicas favoritas:

Se inspirar com obras contemporâneas no Malba

MALBA reúne exibições de artistas de diversos países, como Tarsila do Amaral e Frida Kahlo e possui algumas obras e instalações interativas, o que pra nós é uma delícia! A Arquitetura também é uma obra de arte!

Não deixe de fazer uma parada estratégica para fazer uma refeição ou tomar um café no restaurante de lá! O que cativou um lugar no nosso coração foi a sobremesa!

Sobremesa no restaurante do MALBA, Buenos Aires

 

Parque 3 de Febrero

Também chamado de Bosques de Palermo, é um programa para a família toda! Faça um piquenique, passeio de pedalinho e aproveite para visitar o Planetário Galileo Galilei. Perto também está o Jardim Japonês e o Jardim Botânico

 

Editor Market

O mil em um Editor Market é um espaço coletivo de marcas já conhecidas e outras mais independentes. Reúne um café, livraria, várias loja de roupas, decoração, eletrônicos e perfumaria. Os preços não são tão amigos, mas vale a pena nem que seja pra se inspirar com muita coisa linda

 

Visitar o colorido Caminito no bairro La Boca

Atração super turística, mas que achamos válido passar para conferir! Lá estão as famosas casinhas coloridas, muitas lojas de souvenir e dançarinos de tango dando um show em plena rua. A região é meio afastada do centro e requer que você  tenha cuidado e atenção extra com seus pertences! Não fique tão preocupado ao ponto de não aproveitar o passeio, só fique com os olhos bem atentos.

 

Garimpar na Feira de San Telmo

No querido bairro de San Telmo, aos domingos acontece a extensa feira de artesanato e antiguidades. Aproveite para garimpar achadinhos cheios de história, além de visitar o Mercado de San Telmo e as lojinhas da rua que também são encantadoras. Não deixe de provar um clássico choripán (que já contamos aqui em cima)!

 

Veja a casa mais estreita de Buenos Aires

Existem algumas lendas sobre como surgiu a Casa Mínima, que possui apenas encantadores 2,5 metros de largura e 13 de profundidade e mais de 200 anos de idade. Ela está há poucos passos do famoso monumento da Mafalda, em um dos bairros mais antigos de Buenos Aires, San Telmo (que para a gente é um grande bairro-museu de história a céu aberto). De domingo a sexta-feira, é possível fazer uma degustação de vinho, ter aulas de tango, entre outras atividades e conhecer um pouquinho mais dessa misteriosa preciosidade.

Casa Mínima, Buenos Aires

 

Caminhar e parar para o almoço em Puerto Madero

A área portuária de Buenos Aires foi revitalizada e conta agora com ótimos restaurantes! Fizemos uma caminhada para conhecer esse lado mais moderno da cidade passando pela Puente de la Mujer e a Fragata Sarmiento, depois seguimos para almoçar.  

 

Caminhar sem rumo pelas ruas de Palermo

Andar pelo bairro é uma delícia, um dos mais gostosos de se perder pelas ruas! Se encante pela arquitetura, pare em cafés para experimentar alfajores com doce de leite, admire as muitas barracas de flores e pare nos parques só para desfrutar o prazer de observar a cidade acontecer a sua volta.

 

Garimpar na Feira da Praça Serrano, em Palermo Soho

Uma feirinha que acontece nos finais de semana, cheia de barracas de artistas plásticos e novos estilistas. Lá você vai encontrar vários achadinhos de roupas bem legais dos novos designers locais e ainda pode aproveitar para almoçar num dos restaurantes por perto

 

Se perder nos corredores da Livraria El Ateneo

O antigo edifício de quatro andares do teatro El Ateneo Gran Splendid, desde 2000 é lar de mais de mil livros. Dá para passar horas lá dentro se perdendo entre os corredores. O que também é imperdível, é dar uma conferida na cafeteria, que está no lugar do antigo palco, onde ficaram conservadas as coxias e toda estrutura original.

Livraria El Ateneo, Buenos Aires

 

Aproveitar a noite nos bares e festas

Com uma intensa vida noturna, não há balada que fique animada antes das 2h da manhã. Ao contrário da Europa, lá as coisas começam e terminam bem tarde! Com uma enorme quantidade de opções como, Rose Bar, Kika Club e Crobar, sem opções você não vai ficar. Fiquem atentos ao dresscode e se tem lista amiga!

Você viu recentemente ...

Mulher no Lago congelado Vista do Passeio de Barco Puerto Blest bariloche

Bariloche além das estações de Ski

Rainbow Mountain, Cusco, Peru

Rainbow Mountain – nossa experiência por esse passeio diferente no Peru

Peru – as comidas típicas e mais exóticas!

Tutorial – como comprar ingresso para Machu Picchu Online

Cambará do Sul – a cidade dos Cânions

DEIXE UM COMENTÁRIO

Contact Us

[contact-form-7 404 "Not Found"]