Cancún o paraíso mexicano
América América do Norte México

Cancún o paraíso mexicano

A palavra Cancún poderia ser derivada de Paraíso de tanta beleza que oferece. É um lugar apaixonante com passeios que agradam a todos os tipos de viajantes desde os mais “sombra e água fresca” até os aventureiros. As praias são realmente impressionantes, as águas são extremamente azuis e cristalinas, tanto que é hipnotizante! Encarar aquele mar faz qualquer estressadinho se acalmar e se apaixonar. Voltar para casa não foi nem um pouco fácil, confesso.

Mas já aviso logo: não é um destino barato. Por ser uma queridinha dos Norte Americanos, Cancún é totalmente voltada para o turismo em dólar, assim como suas vizinhas Playa del Carmen, Tulum e Cozumel. Sendo assim, com esse dólar alto e instavel esta é o tipo de viagem cara mas que é tão apaixonante que vale muito a pena. 

*Atenção: O méxico e o Panamá (muitos voos fazem escala lá antes de seguir para cancún) estão exigindo a vacina de Febre Amarela! Vacine-se antes de viajar e é essencial emitir o certificado internacional de vacinação!

Primeiramente, onde ficar em Cancún

A grande parte dos hotéis fica na Zona Hoteleira de Cancún, cuja formação é semelhante ao número 7. Nos cantos superior e direito se encontra o mar e no canto esquerdo uma lagoa. Quanto mais para cima do 7, mais calmo é o mar e, quanto mais para baixo, mais “mexido”, mas nada perigoso (pelo menos quando eu fui). Na curva do 7 é onde ficam as boates, mercado de artesanato e alguns dos restaurantes mais famosos da região.

A quantidade de hotéis é enoooorme, dos mais simples até os mais luxuosos, de diversos valores, alguns são All Inclusive (todas as refeições e bebidas inclusas), outros possuem apenas café da manhã. Há também os que não possuem nenhuma refeição inclusa. Tenho 3 indicações de hotéis:

  • Hotel Grand Park Royal Cancún Caribe: esse foi o hotel que eu fiquei, esquema All Inclusive, muito confortável, possui diversas atividades ao longo do dia, 2 piscinas enormes com vista para o mar e quartos muito luxuosos (apesar do meu ter sido o mais simples). Além do clássico restaurante de Buffet, o hotel também possui outros 4 com comidas asiáticas, mexicana, Italiana e frutos do mar.
  • Krystal Grand Punta Cancun: Hotel que um casal de amigos se hospedou, Tainah e Rafael que me ajudaram a fazer esse post <3. Lá existe a opção de escolher entre All Inclusive ou não, muito confortável, vista para o mar e uma super piscina.
  • Hard Rock Café Cancún: Um casal que conheci em um dos passeios ficou hospedado neste hotel. Gostaram bastante, tudo all inclusive, bastante atividades ao longo do dia e shows e festas todas as noites!

A maior praia da Zona hoteleira é a Chac Mool, com onda, mas não achei forte. Outras praias de água calminha também na zona hoteleira são a Playa Tortugas e Caracol onde também tem ótimos hotéis como o Riu, onde quase nos hospedamos. 

 

 

Parques Ecológicos

Cancún possui 3 parques ecológicos muito famosos, cada um deles é bem diferente e com características específicas. Todos eles pedem que os visitantes não usem protetor ou bronzeadores comuns por terem óleos e ingredientes prejudiciais. É permitido somente protetores biodegradáveis, que podem ser encontrados facilmente em qualquer loja de conveniência ou farmácia de Cancún.

Todos os parques possuem transportes próprios, sendo possível adquirir a passagem junto à compra dos ingressos, por conta própria, sem necessitar de reservar com agências.

 

Xcaret:

Este é o maior e mais famoso parque ecológico de Cancún é o menos “radical” e mais “família” por possuir atividades tranquilas para crianças, jovens, adultos e idosos. Eu AMEI! 

Possui muitas atividades culturais com diversos shows espalhados ao longo do dia, que vão desde a cultura Maia, à cultura Mexicana passando pela época do colonialismo. É um espaço com uma área verde enorme, com muitos animais soltos, como flamingos e araras coloridas resgatadas do tráfico e outras voando por ai. É muito bem organizado e moderno.

A principal atração é o passeio pelo rio subterrâneo, em que é possível nadar de uma ponta a outra de um rio tranquilo que cruza todo o parque. Foram instaladas algumas clarabóias para que não ficasse totalmente escuro mas ainda tem pontos totalmente fechados, mas é realmente tranquilo. As águas são rasinhas e é obrigatório o uso de coletes salva-vidas durante todo o passeio.

O Xcaret tem uma praia linda, calminha, com águas super cristalinas. Todos os dias, em horários marcados, ocorre a soltura de tartarugas onde fecham a praia por alguns instantes para que o evento seja realizado. O parque cuida de tartarugas até completarem 1 ano de idade e depois às soltam, aumentando suas chances de sobrevivência no mar. Vale muito a pena assistir, é muito amorzinho!

Além disso, o Xcaret tem outras atrações como aquário, zonas arqueológicas, cemitério maya, zoológico, torre panorâmica e muitas outras coisas. A noite, às 19h, ocorre um show imperdível! Que conta a história e cotidiano do povo Maya, invasão dos espanhóis, colonização e, na segunda parte do show, os bailarinos e cantores cantam e dançam diversos estilos musicais de cada região do méxico. É realmente LINDO, muito bem produzido, figurinos, coreografias, músicas, tudo é impecável. Vale muito a pena ficar no parque até mais tarde para assistir.

O Xcaret também tem atividades extras pagas por fora como nado com tubarões, nado com golfinhos, passeio de canoa e Adrenalina (veículo que anda em alto mar a mais de 100km/h).

Xel-há:

Infelizmente não fui neste parque mas os queridos Tainah e Rafael explicaram tudo para a gente! É considerado o maior aquário do mundo, um local perfeito para realizar atividades aquáticas. Fica em uma baía em que o rio deságua no mar com águas cristalinas, calmas e cheias de peixes.

Possui um toboágua com mais de 40m de altura onde se tem uma vista de 360° do parque. Lá você encontra tirolesas, dois locais para salto dentro d’água, um rio enorme onde é permitido atravessar nadando, fazendo snorkel ou simplesmente usando as boias que o parque disponibiliza. Ele tem sistema all inclusive, o valor que você paga para entrar ao parque dá direito ao armário, toalha, café da manhã, almoço e bebidas (com ou sem álcool) e equipamento de snorkel (o tubo, no final do dia, fica de presente).

O Xel-há ainda conta com atividades extras, pagas separadamente como nado com golfinhos, nado com manati, Snuba (combinação de snorkeling e mergulho), Sea Trek (caminhando debaixo de água), Adrenalina (veículo que anda em alto mar a mais de 100km/h), Cenote (mergulho em caverna no fundo do mar) e outros.

Xpror:

Este é o parque para quem gosta de aventura e adrenalina. É o mais novo e menor dos 3 e não é recomendado para crianças e idosos por ter somente atividades perigosas. Nele você encontra muitas cavernas, rios e estalactites subterrâneos e, na parte externa, é uma floresta enorme. No parque existem diversas tirolesas, com elas você consegue percorrer o parque inteiro, uma conectada à outra e, também, explorar o local com um jipe anfíbio que percorre terra e funciona como um barco. Neste parque todas as refeições estão inclusas no pacote, não há atividades extras.

Recentemente lançaram, também, o Xplor Fuego que, nada mais é, do que entrar no parque a noite e viver todas as aventuras no escuro com a iluminação de tochas de fogo. Deixando todo o passeio ainda mais emocionante!

 

MUITOS Passeios!

Xenotes:

Este passeio foi uma das melhores coisas que eu já fiz na minha vida! Definitivamente entrou para minha lista de melhores momentos de todos. Para quem não conhece, Cancún e toda a Riviera Maya possuem formações geográficas chamadas Cenotes, são uma cavidade natural, geralmente subterrâneos ou parcialmente subterrâneos. Diversas lendas e teorias explicam sua formação,  eram lugares sagrados para a cultura Maya. Suas águas são, geralmente, de origem chuvosa.

As agências oferecem diversos passeios para os muitos Cenotes presentes na região, eu escolhi o Xenotes, feito pelo mesmo grupo os parques Xcaret, Xel-há e Xplor, por ter acesso exclusivo aos Cenotes mais famosos do México.

Este passeio leva à: K`áak (terra), Lu`um (lua), Há (água) e Iik (ar). Incluindo rapel, tirolesas, kayak e snorkel. Todos os 4 cenotes são lindíssimos, os meus preferidos foram os Cenotes da Lua e da água. É realmente difícil explicar a beleza e a sensação de estar em lugares tão incríveis feitos pela natureza. Sugiro que veja a as fotos para se encantar um pouquinho por eles <3

O passeio dura cerca de 6h, com lanches, almoço e bebidas inclusas (como estávamos no meio do mato não há outras opções de comida).  

 

Tulum + Cenote Dos Ojos + Playa del Carmen:

Geralmente quem vai à Cancun também visita algum dos sítios arqueológicos Mayas. O mais famoso é Chichén Itzá, onde se encontram as grandes pirâmides. Porém, este local fica a cerca de 3h de distância de Cancun, fator que nos fez desistir da visita… Uma ótima opção para conhecer um pouco da cultura Maia sem ir para muito longe é ir até Tulum, uma cidade amuralhada e também centro comercial, moradia do povo Maia com teorias de ter surgido no ano de 564. O passeio é muito interessante, sugiro fazê-lo com um guia que explica exatamente o significado de cada ruína e seus misticismos.

A grande maioria das excursões que vão para Tulum também param no Cenote Dos Ojos e em Playa del Carmen, para quem está de carro este roteiro é ótimo para uma day-trip.

O cenote Dos Ojos é lindíssimo, é semi-aberto, com águas cristalinas e profundas. Lá vivem tartarugas e peixes, o que reforça ainda mais o misticismo dos Cenotes pois não há rios, lagos ou mar próximo à ele. Sendo assim a origem da vida animal aquática é ainda um mistério. É um local IMPERDÍVEL!

Playa del Carmen me lembrou muito Búzios (RJ) e Arraial D`Ajuda (BA) por ser uma cidade pequena, com uma rua principal abarrotada de lojas e restaurantes. É bem diferente de Cancún, é possível visitar toda a principal área da cidade à pé. Pode-se ver bem mais o movimento de turistas, dando a impressão de que o local é bem animado. Infelizmente não pude ficar muito tempo pois estava com excursão, mas é uma cidade que vale a pena passar 1 dia inteiro ou até mesmo por lá.  

Isla Mujeres:

É uma pequena ilha situada bem em frente à Cancun. Para chegar até ela basta adquirir um ingresso de ferry-boat saindo de 4 pontos:  Playa Tortugas, El Embarcadero e Playa Caracol, localizados na zona hoteleira e Puerto Juarez, zona central da cidade. O trajeto leva cerca de 20 minutos, as barcas saem de 30 em 30min, os ingressos podem ser comprados no local cerca de 30min antes da partida. Passar o dia nesta ilha é uma ótima opção para aproveitar o mar azul piscina, ótimos restaurantes, pontos de mergulho e o pequeno comércio turístico local.

Na Ilha você pode alugar um carrinho de golfe para percorrê-la, como só existe 1 estrada que a contorna, é impossível se perder! Existem diversas locadoras no centro, próximo ao comércio, no mesmo local das barcas. A diária custa cerca de 40 dólares e podendo, também, pagar o aluguel por hora, cerca de 15 dólares, 2 horas é suficiente para contornar a ilha. No trajeto não há lugares para mergulho, mas há diversos pontos para observar o mar caribeño, como o Punta Sur, fazendo valer a pena o passeio.

Após o passeio não deixe de aproveitar a praia Norte, água limpinha, extremamente azul caribe, super calma, com a melhor temperatura!

Isla Mujeres possuí 2 parques:

  • Garrafón: Não possui praia mas tem acesso ao mar, a entrada é 89 dólares no esquema all inclusive, barco exclusivo saindo de Cancún, piscina com fundo infinito para o mar caribenho, tirolesa e snorkel. É um local ótimo para mergulho entre os peixes e corais.
  • Dolphin Discovery: para quem procura nadar com golfinhos este é o melhor local, com as atividades realizadas diretamente no mar. Os preços variam de acordo com as estripulias dos golfinhos. Este parque pode ser combinado com o parque Garrafón.  

Cozumel:

Infelizmente este eu também não pude fazer, mas a Tainah e o Rafael foram e me contaram: é uma ilha enorme! Muito maior que Isla Mujeres. Para conseguir aproveitar tudo, o ideal seria se hospedar uns dias por lá. O ferry que te leva até lá sai de Playa del Carmen e dura cerca de 35 minutos de travessia, o trajeto é feito por 3 empresas: Ultramar, Mexico Water Jets e Barcos Caribe. Assim que chegamos à Cozumel, pegamos um outro barco, bem menor, para ir para o arrecife Columbia e depois para El Cielo, onde é fácil de encontrar inúmeras estrelas do mar. Os tons de azul são algo sem explicação. A cor de El Cielo é hipnotizante. Há muito mais arrecifes para se conhecer. Como só fui um dia, conheci apenas esses dois.

A famosa noite de Cancún 

Coco Bongo: A casa noturna mais famosa da região, com propagandas dizendo ser mais incrível do que qualquer festa de Las Vegas (palavras ditas por jornalistas americanos). Eu nunca fui à Vegas, mas após a noite na Coco Bongo eu acredito 100% que seja muito melhor do que qualquer outra festa. A boate em si não é muito grande mas o que chama atenção são os shows que acontecem ao longo da noite. Começando às 23h as atrações praticamente não param, os bailarinos fazem números incríveis de dança e circo, percorrendo o público em trapézios, liras, cordas, dando a sensação de estarem voando. Há performances cover de artistas como Madonna, Michael Jackson, Homem Aranha, Beetlejuice, e muitos outros. Nos intervalos o DJ toca músicas famosas de vários países, incluindo brasileiras, chamando o público para subir nos palcos e dançar muito. É um lugar que vai muito além de uma boate, é um show, espetáculo, realmente vale a pena.

Eu comprei o ingresso com um dos representantes da Coco Bongo diretamente no meu hotel, o nome dele é Christopher, um fofo, e ele vai em boa parte dos hotéis de Cancún. O Ingresso é caríssimo, como quase tudo na cidade, cerca de U$80 com bebida liberada a noite toda, mas vai por mim, vale a pena!

 

 

Restaurantes

Apesar de Cancún ser uma cidade que explora o turista, os restaurantes não são tão caros quanto os passeios! A variedade de opções é bem grande porém os mais famosos são:

 

Señor Frog’s: Esse lugar é maravilhoso! Uma mistura de bar, restaurante e balada. Quando fui, o tema era “Beach”, então estava todo enfeitado com cadeiras de praia, guarda sol, bolas coloridas e raspas de madeira no chão para imitar a areia. Os garçons também se reúnem, quando o locutor os chamam, fazendo coreografias e brincadeiras com os clientes dentro ou fora do palco. Às vezes tem rodada dupla de tequila, eles colocam cronômetro nos telões para todos esperarem juntos e beberem juntos e, na hora certa, passam distribuindo shots de tequilas para os clientes, tudo em ritmo de brincadeira. Quando fui, teve uma competição entre 4 mulheres de beber uma garrafa de cerveja toda, um shot de tequila e depois, sem colocar as mãos, tinham que encaixar um giz de cera na boca da garrafa de cerveja somente com os quadris. Experimentamos um prato de fettuccine enorme e um prato com 3 tacos de camarão (DIVINOS). A conta ficou em torno de uns 70 reais, total. Pra gente que mora no RJ, um casal pagar este valor é muito anormal.

 

Bubba Gump Shrimp Co.: Ele é lindo!!! Todo ornamentado com fotos, imagens, quadros e peças de roupas do filme Forrest Gump. Na mesa tem um placa azul escrita “Run Forrest Run” e uma placa vermelha escrita “Stop Forrest Stop”. Você coloca a vermelha em evidência quando quer chamar o atendente para tirar dúvidas e fazer os pedidos. Depois que o garçom sair você tem que colocar a azul de volta pra ele não achar que faltou algo. Comemos Forrest Seafood Feast (com batatas fritas, camarões empanados, filezinhos de peixe e bolinhos de queijo com milho), mais ou menos 50 reais, e de sobremesa Alabama Brownie, uma fatia de brownie enorme com sorvete, chantilly e bastante calda de chocolate. Gostoso, mas como é muito grande pra dois, achei meio enjoativo. Custou uns 18 reais. Ainda possui um loja com camisas, bonés, acessórios e tudo que possa imaginar.

 

Carlos’n Charlie: O ambiente é descontraído e cheio de bom humor, com animadores fazendo objetos em balões, ora ou outra os garçons começam a fazer coreografias, todos juntos. Eles são muito prestativos e atenciosos. É aconchegante e ao mesmo tempo animado. Fique preparado caso peça para alguém tirar foto sua com sua família, do nada um deles grita “fotoooo” e surgem garçons para todo lado para sair junto com vocês.

Comemos um prato com 3 tacos de camarão, dava em torno de uns 25 reais e um hambúrguer que girava em torno de 20 reais. Como em toda Cancún, achamos em conta o valor que pagamos no total.

Você viu recentemente ...

Rainbow Mountain, Cusco, Peru

Rainbow Mountain – nossa experiência por esse passeio diferente no Peru

Peru – as comidas típicas e mais exóticas!

Tutorial – como comprar ingresso para Machu Picchu Online

Cambará do Sul – a cidade dos Cânions

Jalapão – A pérola bruta do Cerrado

DEIXE UM COMENTÁRIO

Contact Us

[contact-form-7 404 "Not Found"]