Ilha da Madeira – O que fazer nesse paraíso português?
Europa Portugal

Ilha da Madeira – O que fazer nesse paraíso português?

Nosso amigo e colaborador Thales Petry em seu segundo e maravilhoso post sobre essa ilha que é um destinos mais lindos de Portugal! Anotem todas as dicas!

 

O arquipélago da Madeira é um dos destinos favoritos dos portugueses, que lotam a ilha no verão e nas festas de fim de ano. Um verdadeiro paraíso no meio do Atlântico, suas belas praias de areia escura são cercadas por falésias – penhascos íngremes que despencam em direção ao oceano – criando um visual espetacular. No interior da ilha, singelas aldeias escondem-se por detrás de montanhas sinuosas, recobertas pelas lindas florestas de laurissilva. Sua capital é Funchal, uma cidade-balneário com todo a beleza e o charme da arquitetura européia. E o que dizer do filho pródigo da cidade, cinco vezes melhor jogador do mundo? Cristiano Ronaldo é nome de aeroporto, hotel e até mesmo tema de museu! Enfim, não faltam motivos para visitar as águas geladas e as ladeiras íngremes da Madeira, essa terra de sonhos que completa seiscentos anos de colonização em 2019.

 

QUANDO IR

Banhada pelo Atlântico, a ilha da Madeira tem um clima temperado, com poucas chuvas. As maiores temperaturas ocorrem durante o entre julho e agosto, mas o tempo bom se mantém por quase todo o ano, com temperaturas superiores a quinze graus (exceto em janeiro e fevereiro, quando podem cair abaixo dos dez).

 

COMO CHEGAR

A TAP tem voos diários diretos para Funchal (Aeroporto Cristiano Ronaldo), saindo de Lisboa (a partir de R$ 450,00) ou do Porto (R$ 350,00). O tempo de vôo oscila entre 1h e 30min (Lisboa) e 2h (Porto).

Cassino em Funchal, Ilha da Madeira
Cassino em Funchal a noite

ONDE FICAR

Funchal é a capital da ilha, abrigando a maior parte dos hotéis. Os preços variam bastante, com picos nos períodos de maior movimento (julho-agosto e dezembro). É possível conseguir um hotel de cinco estrelas na baixa temporada por cerca de 400 reais a diária, como o Pestana Casino Park Hotel. Projetado por Oscar Niemeyer, este hotel de design modernista tem uma localização excelente, próxima do porto e do centro da cidade, além de oferecer serviços como duas piscinas (externa e aquecida), restaurantes, quadras de tênis, spa e um cassino. Uma opção (bem) mais barata é o famoso Santa Maria Hostel, próximo do centro histórico e do teleférico, com quartos compartilhados a partir de 70 reais a diária.

O QUE COMER

Peixe-espada com banana e molho de maracujá: o prato mais conhecido da ilha! É possível encontrar essa opção em quase todos os restaurantes. O melhor peixe-espada que comemos foi o do Venda de Dona Maria, restaurante localizado na Rua de Santa Maria ($$$).

 

Bolo de Caco: O bolo de caco é um pão de trigo recheado de manteiga, de forma triangular, servido como entrada nos restaurantes da Madeira. É bem difícil visitar a ilha e não comer o bolo ao menos uma vez. Próximo ao teleférico fica o Nico’s, um quiosque especializado em bolo de caco ($).

Bolo de Caco – fonte

 

Churrasco no Espeto: Outro prato tradicional da ilha é o churrasco em pau de louro. A carne é perfurada por um espeto de madeira e servida de forma vertical, presa a um gancho. Experimentamos o nosso no Restaurante Ponte Velha ($$), em Faial.

 

A Confeitaria: doces, doces e mais doces! A Confeitaria é uma boulangerie especializada em doces portugueses, com várias filiais em toda a Funchal. Não deixe de provar os pastéis de nata! ($)

 

Madeira Wine Company: semelhante aos wine tasting (provas de vinho) da cidade do Porto, mas com os tradicionais vinhos da Madeira, de sabor doce ou seco. Localizado na Avenida Arriaga, está sempre cheio de turistas. É interessante marcar a prova com antecedência.

 

O QUE FAZER

FUNCHAL

A capital da Madeira é uma cidade pequena, com cerca de cem mil habitantes, espremida entre o mar e as montanhas. É dividida em dez freguesias (bairros), sendo os mais importantes os da Sé, Monte e São Martinho.

 

A freguesia central, o coração da cidade. Abriga um centro histórico que mantém o charme das antigas cidades portuguesas, com um passeio peatonal cercado de lojas e restaurantes. Descendo da Avenida do Zarco, chegamos à beira-mar, encontrando um cais recheado de atrações. Seguindo a Avenida Beira-Mar no sentido leste, encontramos o mercado dos lavradores, o centro histórico da madeira e o teleférico.

Passeio Arriaga: rua arborizada, que serve de espaço para pedestres caminharem e desfrutar do centro histórico de Funchal. Aqui estão localizados a estátua de Colombo (que partiu da Madeira para descobrir a América), o  jardim municipal do funchal, a sé catedral e a estátua de Gonçalves Zarco (fundador de Funchal).

Rua Arriaga, Funchal, Ilha da Madeira
Rua Arriaga, Funchal

 

Jardim Municipal do Funchal, Ilha da Madeira
Jardim Municipal do Funchal

Estão presentes também o Ritz Madeira e o Golden Gate Grand Café, restaurantes tradicionais da cidade, com cardápios com preços variáveis ($$-$$$$). Durante a época do Natal, o passeio Arriaga é decorado para a festa, com árvores cobertas de luzes e barraquinhas de mercado natalino. No fim do ano, ao lado da estátua de Gonçalves Zarco, é montada uma tenda que serve comidas típicas da região, como o Bolo de Caco, feito na hora. Os atendentes servem os turistas vestindo as roupas tradicionais da Madeira e se apresentam com números de dança na praça.

Cais do Funchal: agradável passeio à beira-mar que abriga um pequeno parque de diversões. É possível também o Palácio São Lourenço (primeiro forte construído na cidade) e o Museu CR7, onde estão os (muitos) troféus do futebolista madeirense Cristiano Ronaldo.

 

Ribeira de Santa Luzia: Riacho que corta a Rua Cinco de Outubro, seguindo em direção ao Cais. Sua exótica cobertura de buganvílias rosadas faz com que o riacho seja um dos cartões postais da cidade. Próximo à Ribeira fica o Mercado dos Lavadores, edifício em art-déco que serve de mercado municipal. Ao lado do mercado fica a Rua de Santa Maria, ou a “rua das portas pintadas”, onde casarões antigos dão lugar a bares e restaurantes. Perto do cais podemos encontrar o Museu da Eletricidade e o Teleférico.

Teleférico, Funchal, Ilha da Madeira
Teleférico, Funchal

 

MONTE

A freguesia do Monte está localizada na parte alta de Funchal. É possível visitá-la de carro ou de teleférico. O bilhete de ida e volta custa 16 euros para adultos e 8 para crianças. Apesar da linda paisagem, o passeio no cable car chega dar frio na espinha, já que a freguesia do Monte fica a 3200 m acima do nível do mar!

Chegando no topo, além da vista deslumbrante, podemos desfrutar do Jardim Tropical do Monte (12 euros). Trata-se de um jardim particular com diferentes espécies da flora madeirense, além de abrigar diferentes exposições de arte moderna, um lindo lago com cachoeira, um jardim japonês e uma série de murais feitos em ladrilhos, que contam um pouco da história de Portugal.

Jardim Tropical do Monte, Funchal, Ilha da Madeira
Jardim Tropical do Monte, Funchal

 

Perto do jardim está a Igreja de Nossa Senhora do Monte. E aos seus pés, o ponto de partida dos famosos Carrinhos do Monte. Estes cestos de vime e madeira datam de 1850 e eram usados como forma de deslocamento entre o Monte e o centro de Funchal. Controlados por dois carreteiros vestidos com trajes típicos (blusa branca e chapéu de palha), os cestos transportam até três pessoas pelas ladeiras do Monte, em um trajeto íngreme de dois quilômetros. Divertido, porém caro (30 euros para duas pessoas).

 

SÃO MARTINHO

Bairro mais afastado, no limite com o município de Câmara dos Lobos. O Promenade do Lido é um passeio peatonal localizado à beira do mar, no qual é possível admirar toda a beleza do litoral da Madeira.

Promenade do Lido, São Martinho, Ilha da Madeira
Promenade do Lido, São Martinho

Perto do promenade do Lido fica o restaurante O Barqueiro, com ampla variedade de frutos-do-mar, além do Clube Naval do Funchal e o Complexo Balnear do Lido, com suas piscinas públicas e em mar aberto.

 

CÂMARA DOS LOBOS

Município próximo de Funchal, tem como sua principal atração turística o Cabo Girão. É o maior promontório da Europa, uma falésia à beira-mar de 590 m de altura. De seu topo podemos ver todo o Funchal e o Oceano Atlântico. A entrada é gratuita. É possível chegar ao Cabo Girão de táxi (50 euros) ou de tuk-tuk (35 euros), que partem da praça central de Funchal. Há um estacionamento próximo ao mirante do cabo, o estacionamento é gratuito.

 

Pico do Areeiro: Localizado 1810 metros acima do nível do mar, o Pico do Areeiro é o terceiro pico mais alto da ilha e o mais visitado pelos turistas. Foi o passeio que mais gostamos na Madeira. Partimos de Funchal rumo ao pico, desbravando a parte montanhosa da ilha. A estrada é sinuosa, porém muito bonita. Perto do topo, ficamos encobertos por uma densa neblina, que se dispersou apenas ao alcançarmos o mirante. No local há um estacionamento, uma loja de souvenirs e uma estação meteorológica. Após subir alguns degraus, chegamos enfim ao topo do pico. A vista é espetacular. É como se o mundo estivesse debaixo dos seus pés. Uma cordilheira infinita cerca o horizonte, coberta por um tapete de nuvens brancas, parecendo espuma. Inesquecível.

Só é possível chegar ao pico de carro. Alguns táxis fazem o trajeto, mas cobram caro. Algumas companhias de turismo da Madeira organizam day-trips ao local, custando em torno de 30 euros. A visita ao pico depende também de boas condições climáticas. Devido a altitude, o ar é um pouco rarefeito e algumas pessoas podem sentir-se cansadas ao caminhar. A temperatura no local é baixa, podendo chegar a 7 ou 8 graus. É interessante levar roupas quentes.

 

PORTO MONIZ

Localizado na costa noroeste da ilha, a 1h de carro de Funchal, Porto Moniz é um pequeno município conhecido por suas piscinas naturais. As piscinas são públicas e anexas a um pequeno complexo com restaurantes e banheiros. Outro passeio possível de ser feito no local é uma visita ao Aquário da Madeira.

Porto Moniz, Ilha da Madeira
Porto Moniz

 

SEIXAL

Município próximo a Porto Moniz. Seixal também tem piscinas naturais que podem ser visitadas em seu Clube Naval ou próximo à praia da Laje. Na estrada que liga São Vicente ao Seixal, vale a pena uma parada no Miradouro Véu da Noiva, uma cascata que despenca de um penhasco diretamente para o fundo do mar.

Miradouro Véu da Noiva, Seixal, Ilha da Madeira
Miradouro Véu da Noiva, Seixal

 

SANTANA

Pequeno município localizado ao norte da ilha, conhecido por abrigar réplicas das antigas casas onde viviam os antigos habitantes madeirenses, de telhado de palha e forma triangular. A vila fica a quarenta minutos de Funchal, mas chegando lá, os casebres são os únicos atrativos. Para não perder a viagem, sugerimos um passeio pela costa leste da ilha, passando por Machico – a primeira capital da Madeira – que tem uma praia artificial (areia vinda do deserto do Saara) e um bonito mirante no Pico do Facho; seguindo em direção norte, passando por Faial e pelo Miradouro do Guindaste, para então chegar em Santana.

 

NÃO FOMOS, MAS GOSTARÍAMOS DE TER IDO

 

Museu CR7: localizado no cais do Funchal, o museu abriga grande parte dos troféus do atleta Cristiano Ronaldo, nascido e criado na Madeira. As entradas custam 5 euros para adultos e grátis para crianças.

 

Jardim Botânico da Madeira: localizado em outra parte da freguesia do Monte, é preciso pegar um segundo teleférico para chegar até o jardim. Com cinco hectares de área ajardinada, apresenta espécimes de todos os cantos do globo. Custa 6 euros para adultos e 2 para crianças.

 

Grutas de São Vicente: As grutas de São Vicente podem ser visitadas através de um centro de visitação bem organizado, com passeios de 30 minutos de duração, conduzidos por guias especialistas. Uma verdadeira viagem ao centro da Terra! Aberto de segunda à sexta, das 10 às 18h. Elas estão a 15 min de Seixal e a entrada custa 8 euros.

 

Porto Santo: Existe uma segunda ilha no arquipélago da Madeira, a ilha de Porto Santo. Com um visual semelhante a das ilhas do caribe, tem praias de areia clara, cercadas por palmeiras. É possível fazer viagens de ida e volta até Porto Santo, com barcos saindo do cais de Funchal. Os passeios custam em torno de 50 euros. Outra maneira de chegar é pegando um dos diversos voos diários que saem do aeroporto de Funchal (cerca de 90 euros).

 

 

 

 

Reserve com a gente!

Você sabia que você pode ajudar nosso blog com uma pequena comissão toda vez que reserva pelos nossos links? Assim a gente consegue se manter e trazer cada vez mais dicas para vocês!

? reservas de hotéis pelo Booking.com

? aluguel de carro pelo Rentcars.com

✈️ passagens pelo Decolar.com

? seguro viagem pelo Seguros Promo 

vocês ainda ganham 5% de desconto no seguro com o código: SEATBYTHEWINDOW

Não deixem de seguir nosso instagram, para ficar sabendo de tudo que estamos fazendo por aí

 

Você viu recentemente ...

Múlafossur, Ilhas Faroé

Ilhas Faroé – Roteiro 5 dias de carro com valores

Llyn Idwal, País de Gales

País de Gales – Roteiro de 7 dias de carro com valores

Vista de cima do Arco Magno com três mulheres e um barco na agua em San nicola arcella na itália calabria

Roteiro 15 dias no Sul da Itália com valores – Nápoles, Costa Amalfitana, Calábria e Sicília.

Islândia – Roteiro de 5 dias de carro pelo Sul com valores

mulher em pé sobre o arco de albandeira com agua azul do mar abaixo no algarve em portugal

Algarve : O que fazer em Albufeira e arredores

DEIXE UM COMENTÁRIO

Contact Us

[contact-form-7 404 "Not Found"]