Milão – O que fazer em dois dias na capital da moda
Europa Itália

Milão – O que fazer em dois dias na capital da moda

Quando começamos a planejar a viagem pela Itália, muita gente sugere que você não vá a Milão porque lá não tem muito o que fazer. Realmente, se você está procurando por muitos pontos turísticos, você não vai encontrar muita coisa. Mas a cidade é bem legal de se conhecer e tem várias outras coisinhas que se pode fazer por lá sem ser visitar o Duomo. Milão é conhecida mundialmente como a capital da moda, o que fez com que ela se tornasse uma das cidades comerciais mais importantes do mundo. Quando você chega na cidade, já sente o ar luxuoso de lá.

Acho até que dá até uma baixa na auto estima ver tanta gente que parece modelo andando pela rua hahaha! Milão se destaca por toda a sua modernidade, sua influências mundiais, tanto na moda, design, música, arte e literatura. Vale a pena separar um tempinho da sua viagem para aproveitar essa cidade linda e cheia de surpresas!

 

 

ONDE FICAR

 

Ficamos hospedados no New Generation Hostel Urban Città Studiele fica a 2 km do centro, mas fica ao lado da estação de metro Piola, super prático e o hostel tinha quartos grandes, boas camas e a infra estrutura é de um prédio de escola antiga, o que faz com que os quartos sejam super amplos e os corredores enormes. Na época acabamos reservando o hostel muito em cima, então não conseguimos pegar uma localização mais próxima do centro. Próximo ao hostel existem vários restaurantes familiares, super simples e MUITO gostosos, lembro de ter comido uma das melhores pizzas da vida nessas cantinas de família!

 

A Géssica ficou na casa de uma amiga, que ficava na Corso Venezia, e ela indicou muito ficar por lá. É uma rua super movimentada até de noite, e com estações de metrô bem perto.

 

 

O QUE FAZER

 

Milão é também famosa por possuir vários museus importantes, universidades, galerias, palácios, igrejas e bibliotecas, e atualmente é uma importante sede internacional de arte moderna e contemporânea, com inúmeras exposições modernas. De passeios pelas famosas atrações, a comidas de rua, Milão tem opções para públicos diferentes e vamos dizer o que mais curtimos fazer por lá.

 

Cenacolo – A última ceia de Leonardo da Vinci

Pintura feita por Leonardo da Vinci nos anos 1495, foi um pedido do Duque de Milão para representar a última ceia de Jesus. A pintura foi feita em uma parede de um convento, ao lado da Igreja de Santa Maria delle Grazie, e durante a Segunda Guerra Mundial o local sofreu com os bombardeios, o que destruiu praticamente a pintura toda. Além disso, a pintura ainda sofreu com a deterioração causada pelo tempo e umidade, como foi feita em uma parede, as condições não eram muito favoráveis. Após uma restauração quase que completa, é possível visitar a obra-prima no convento por visita guiada. A obra de Leonardo, para minha surpresa, não possui mais tantos detalhes como vemos em fotos mais antigas, mas ainda é linda e emocionante. Sem dúvida é algo imperdível para se ver em Milão.

 

 

 

Os ingressos devem ser comprados com bastante antecedência. O site libera a venda 3 meses antes da visita e muitas entradas são logo compradas por grupos de excursão, sobrando poucos para os turistas em geral. No momento da compra você já seleciona o dia e o horário de visita, as entradas são controladas e o ambiente é totalmente climatizado para garantir a preservação da obra. Custam cerca de 12 euros, a visita guiada é um valor adicional e estudantes pagam um valor reduzido.

 

Fondazione Prada

O lugar é todo dedicado à arte contemporânea com exposições super diferentes e legais. Além das exposições, o que mais chama a atenção por lá é a arquitetura. Com projeto de Rem Koolhaas, o ambiente que fica numa destilaria original de 1910, impressiona pelos diferentes materiais utilizados pelo arquiteto. O prédio do Teatro, por exemplo, possui uma fachada toda espelhada e suas paredes são dobráveis, permitindo que a construção se abra para um pátio e fazendo com que a experiência inteira por lá seja super interessante. Vale a pena dar uma passada por lá!

 

Parco Sempione

Entrando pelo Castelo Sforzesco, você encontrará o Parco Sempione. Antigamente, o parque era o jardim do Castelo, utilizado apenas pela família Real. Hoje é um parque super delicinha para passar uma tarde ensolarada olhando as pessoas, passeando, ou tomando um café por ali. O local é muito bonitinho e é bom para um dia de descanso.

 

Castello Sforzesco

Este castelo é enorme, se encontra na região central de Milão. Foi construído no século 14 mas teve seu auge no século 16 quem que a corte milanesa abrigava festas luxuosas com a presença dos principais pintores da época. Hoje ele abriga museus e bibliotecas dentre eles com obras de Leonardo Da Vinci e Michelangelo, valendo a pena a visita. O ingresso custa 5 euros e dá direito a visitar todos os museus.

 

Mesmo sem visitar a parte interna do castelo, um passeio pelo exterior vale MUITO a pena. Seu jardim interno é maravilhoso, a construção é grandiosa e também curiosa, pois apesar de ser um castelo ele é uma fortificação. É bem interessante a mistura de ambos.

 

Duomo di Milano

Um dos principais marcos da cidade, sem dúvidas o Duomo é lindíssimo! Tanto vista de fora quanto por dentro. Situada na região mais central de Milão só por fora já podemos notar uma grandiosidade absurda. Uma das igrejas mais bonitas da Europa, na minha opnião. Por dentro ela é um pouco mais simples do que sua fachada, mas ainda belíssima. Os vitrais foram os que me chamaram mais a atenção, são lindíssimos. É possível, também, aproveitar e subir até uma das torres onde você pode ter uma vista privilegiada da cidade de Milão.

A Catedral abre todos os dias para visitação das 8h às 19h, porém só liberam o acesso até às 18:10. Os ingressos custam 3 euros. Para os que querem subir até o topo da torre os preços são de 9 euros para ir pelas escadas e 13 euros para ir de elevador. Todos os ingressos têm descontos para crianças, estudantes e idosos.

Aproveite também para sentar pelas escadarias, tomar um gelato e observar as pessoas passando, é uma delícia.

 

 

Galeria Vittorio Emanuele II e a simpatia para ter sorte

A galeria é simplesmente linda! Antigamente eram ruas e hoje se tornou uma galeria só para pedestres, dentro existem diversas lojas super chiques e com fachadas maravilhosas, como Prada, Louis Vuitton, Tod´s e outras mais. Vale dar um passeio por lá para tirar fotos e apreciar a galeria, é belíssima!

 

Será que deu sorte? Na galeria, em cada uma de suas 4 esquinas há um brasão de uma cidade italiana: Milão, Turim, Florença e Roma. No brasão de Turim, que é um touro, é que a simpatia acontece. Reza a lenda, que se você girar três vezes com o calcanhar nas genitais do touro você vai ter sorte na vida ou ter a certeza de que vai voltar a Milão. Se é real ou não, a gente não sabe, mas vale a brincadeira.

 

Moda e Compras

Sendo a capital mundial da moda, Milão é um destino turístico onde fazer umas comprinhas faz parte. A maioria das grandes marcas italianas como Gucci, Versace, Prada, Armani e Dolce & Gabbana tem suas sedes na cidade, e com isso é possível ver lojas por toda parte. Além delas também é fácil de encontrar lojas mais acessíveis como Abercrombie & Fitch, Ray-Ban, Zara, Pull and Bear, Kiko e outras mais que se espalham pela cidade. Milão também é sede da semana de moda duas vezes por ano, então vale a pena ficar de olho nas datas porque nessa época a cidade fica muito cheia.

As ruas comerciais da cidade são: Via Montenapoleone, Via della Spiga, Via Sant’Andrea, Via Manzoni e Corso Venezia. A Galleria Vittorio Emanuele II, a Piazza del Duomo, Via Dante e Corso Buenos Aires são outras ruas e praças comerciais famosas pela cidade.

 

 

 

ONDE COMER

 

Uma cidade super linda, com todo o seu ar italiano, capital da região da Lombardia e muuuito famosa pela sua culinária regional. Não deixe de provar a pizzas, as massas, os pratos de arroz, o salame de milão, queijos ( o mais famoso de lá é o gorgonzola) e principalmente os doces! Gente, tem sorveterias em toda esquina, se eu pudesse comeria em todas, mas tente experimentar o máximo que conseguir!

 

Aperitivos

Uma das coisas mais famosas por Milão, são os aperitivos. Vou explicar! É quase como um happy hour de vários bares, em que você paga um preço fixo e pode comer à vontade. Às vezes você pode comer livremente e só pagar pelas bebidas.

Fomos no Old Wild West, e lá você pagava pela bebida, que custava uns 10 euros, comia livremente e cada drink era acompanhado de um shot grátis. Não é preciso dizer que saímos de lá bêbadas hahaha. Além do aperitivo que fomos, na região do Arco della Pace existem várias opções de aperitivos bem legais para ir. Vale ir e escolher o seu esquema preferido.

 

Cioccolati Italiani

Nossa gelateria favorita de Milão. Lá você encontra muitas opções de Gelatto, mas não deixe de experimentar as casquinhas com nutella, são surreais de boas! Essa gelateria era parada obrigatória diária durante a viagem! Fomos nela todos os dias!

 

Panzerotti Luini

Em uma ruazinha perto da Piazza del Duomo, você encontra uma portinha com uma fila quilométrica de pessoas ansiosas pelos seus panzerotti! Uma espécie de pastel frito ou assado, com diversos tipos de recheio, e claro, uma delícia! Não deixe de provar um, tanto frito quanto assado, e você com certeza não vai se arrepender! Os panzerotti do Luini são típicos de Milão e na fila você vai encontrar muitos locais esperando para comer essa delícia milanesa.

 

Spontini

Se você só quer uma pizza gostosinha e barata, mas sem ser a clássica pizza italiana, é só dar uma chegada na Spontini. A massa de lá é mais grossa, as pizzas são simples mas são uma delícia e com ótimo preço!

foto: Bianca Mallet

Você viu recentemente ...

Bratislava – roteiro de um dia!

Telhado da casa do parque guel

Barcelona – o que fazer além da Sagrada Família

Bruges – Roteiro de 1 dia!

Palácio de Pena em Sintra - Bate e volta de Lisboa

Sintra, Cabo da Roca, Cascais e Estoril – Bate e volta de Lisboa

Londres com sol – 17 dicas do que fazer

DEIXE UM COMENTÁRIO

Contact Us

[contact-form-7 404 "Not Found"]