Bourbon Festival em Paraty: como aproveitar o festival
Paraty Rio de Janeiro

Bourbon Festival em Paraty: como aproveitar o festival

Paraty é uma cidade maravilhosa, com muita coisa para contar, e famosa pelos seus festivais. Dessa vez fomos ao Bourbon Festival, também conhecido como Festival de Jazz de Paraty. O festival costuma acontecer nos meses de maio ou junho e vou contar aqui um pouquinho da experiência que tivemos por lá, o que fizemos, comemos e vivemos por lá!

IMG_7390
IMG_7237
IMG_7228
IMG_7241
IMG_7403
IMG_7221

ONDE FICAR

Em Paraty você vai ter duas opções: ficar em alguma pousada, Airbnb ou Hostel perto do centro, ir andando para tudo e pagar um pouco mais caro, ou então ficar um pouco mais longe do centro, pagar menos, mas depender de carro ou táxi para se locomover para o centro histórico.

Dessa vez optamos em ficar longe do centro, pois íamos com um grupo de 20 pessoas!

Ficamos na Casa da Raia e a casa não podia ser melhor! Com muitos quartos, ela comporta 27 pessoas, tem uma piscina delícia, e ainda tem um rio na frente em que é possível entrar! O defeito: o wi-fi não estava bom e o sinal de celular é bem fraco. Tirando isso, a casa foi ótima para nós.

Isso significou que dependemos de táxi, que nos dias de festival custava 30 reais para o centro. Como éramos muitos, dividimos sempre os táxis e não saía tão caro para cada um.

 

O FESTIVAL

 

O Bourbon Festival é um festival internacional de Jazz, Blues, R&B e Soul que esse ano completou seu décimo ano. Por causa disso, esse ano foi uma edição especial, que contou com atrações que mais marcaram os festivais anteriores.

O festival conta com palcos principais com shows muito bons para quem curte esse tipo de música. Lá você não vai encontrar milhões de músicos conhecidos, mas sim música muito boa e um público bastante animado. Fiquei surpresa com a animação das pessoas, e assisti a shows muito bons, principalmente o show do Blackalbino, uma banda com um cantor com uma das melhores presenças de palco que já vi! Ele levou a galera à loucura!

Além disso, o que achei mais incrível do festival, é que andando pelas ruas do centro histórico durante o dia, você encontrava muitos focos de música. Bandas, músicos, grupos, todos tocando para o público que fechava a rua para ouvir e absorver toda aquela música.

No nosso último dia de festival, quando estávamos almoçando, a Orleans Street Jazz Band passou em frente ao restaurante que estávamos, tocando sua música ótima, avisando que em breve iam fazer um showzinho por ali. Essa energia da música toma conta da cidade, e você se sente em outro mundo.

Outra coisa bem legal que acontece após os shows da noite, são cortejos, no estilo dos bloquinhos de rua de carnaval do rio, pelas ruas de pedra durante toda a madrugada. O público animado segue os blocos, cantando como se não houvesse amanhã, e como disse antes, a energia é incrível!

 

ALÉM DO FESTIVAL

 

Se você quiser aproveitar Paraty além do festival, ainda há outras opções de coisinhas para fazer.

 

Passeios de Barco

Não tem forma melhor de aproveitar um dia de sol do que mergulhando nas águas limpinhas das praias e ilhas paradisíacas que circulam Paraty! Aproveitamos o tempo bom de sábado e fizemos nosso passeio pela empresa da Escuna Amistad, e foi bem legal! A escuna não é tão lotada quanto aquelas enormes, na nossa demos a sorte de ter só umas 20 pessoas. A única parte que não curtimos muito, é que eles tinham música ao vivo, e nem eu, nem Michelle somos muito fãs disso, mas achamos que valeu a pena ter esse lado ruim para não ter que ir numa escuna muito lotada. Nas escunas grandes normalmente tocam músicas mais pop, de uma caixa de som mesmo.

Além da escuna, vamos à parte que importa: As praias! Paramos na Ilha Comprida, e lá você pode nadar com vários peixinhos lindos! A água estava super clarinha, uma delícia! De dentro do barco, você consegue ver muuuitos peixinhos embaixo das outras embarcações, achei até que era sujeira de tantos que tinham! Aí depois reparamos que eles estavam comendo as coisas que ficam grudadas embaixo das escunas. 

Logo depois, fomos para a Praia da Lula, uma praia muito linda, bem calminha! Paramos para o almoço no barco (optamos por comer só uns petiscos e almoçar depois), e depois fomos para a Praia Vermelha. Essa é chamada assim por causa da cor da folhagem das plantas que ficam perto na areia. Além disso, a areia de lá é mais amarela, então o contraste do mar verdinho e da areia amarela é incrível!

IMG_7280
IMG_7271

Cachoeiras

Perto da nossa casa tinha um riozinho delicioso para mergulhar, mas além dele, em Paraty você pode encontrar várias cachoeiras ótimas para um mergulho em águas geladas e revitalizantes. A continuação do rio dava na Cachoeira do Tobogã, uma das cachoeiras mais  conhecidas de lá.

IMG_7353
IMG_7347

Compras

Andando pelo centro histórico durante o festival você vai encontrar muitas pessoas vendendo seus artesanatos, suas roupas, e tem coisa bem legal por lá. Além disso, você pode comprar as famosas cachaças de Paraty! Sempre compramos na loja Cana Caiana, mas você pode encontrar várias lojinhas pela cidade. Essas lojas vendem doces caseiros e típicos da região. Comprei um doce de jaca maravilhoso!

ONDE COMER

 

Em Paraty você vai encontrar muitos restaurantes e, se você for como eu, não vai saber muito bem o que fazer. Nesse post, listamos os lugares que comemos durante o Bourbon Festival, mas em breve teremos um post mais completinho de dicas de Paraty com várias opções!

 

Giava’s

Comemos os risotos de limão siciliano e de filet mignon. Os dois estavam muuuuuito bons, e super recomendamos. Além disso, o garçom muito fofo fez uma das melhores caipirinhas que tomamos na vida! Ela era feita de cachaça Gabriela (de cravo e canela), maracujá e limão. Experimentem!

 

Boteco da Matriz

Para um bom PF com preços bons! Como Paraty é turística, os restaurantes de lá não tem preços muito chamativos, e nesse lugar encontramos preços bons de PF, com pratos que variam de R$25,00 para o vegetariano, e R$32,00 para o peixe com molho de camarão, foi uma ótima escolha para o almoço do nosso último dia.

Sorvete Islandês

Para a sobremesa, tomamos o famoso sorvete Islandês. O que mais me chamou atenção, foi o tamanho das bolas! Pedi uma casquinha de duas bolas e veio um sorvete gigante! Indico o sabor de banana crocante, muito bom!

Barraquinhas do festival

Durante o Bourbon Festival, perto da igreja da Matriz, você encontra muitas barraquinhas vendendo pastéis, hambúrgueres, churros e crepes. Lá você vai encontrar as opções mais baratas e rápidas do festival.

 

Carrocinhas de doces

Em todo o centro histórico você encontra vendedores com seus carrinhos cheios de doces! Pare um pouquinho e experimente uma dessas delícias!

Fizemos um videozinho da nossa experiência por Paraty, dá uma olhada aqui:

E você? Já foi ao festival? Se tiver alguma dica ou dúvida, é só escrever pra gente!

Você viu recentemente ...

Teresópolis – 6 lugares para comer na serra

Parque da Cidade, Niteroi

Parque da Cidade – O melhor lugar para a Golden Hour

Pico do Pão de Açúcar, Saco do Mamanguá

Saco do Mamanguá – O azul em forma de lugar

10 lugares maravilhosos para comer doces no RJ

Rio de Janeiro fora da caixa #02 – Academia Ao Ar Livre, Trilhas e Descobertas

DEIXE UM COMENTÁRIO

Contact Us

[contact-form-7 404 "Not Found"]