Roma – o que fazer na capital da Itália
Europa Itália

Roma – o que fazer na capital da Itália

Estive em Roma por 3 dias e confesso que não era uma das cidades que eu mais queria conhecer. Mas Roma me surpreendeu. Uma cidade grande com ar de cidade pequena, onde pequenas ruas surpreendem ao meio de construções gigantes como o Coliseu.



ONDE FICAR E COMO É O CLIMA

Eu fiquei na casa de um amigo italiano, mas a Michelle, ficou no Yellow Hostel. Um hostel bem grande, localizado na região central de Roma, pertinho da estação de trem. Apesar de ser um party hostel ela achou bem tranquilas as noites que passou por lá.

Sobre o clima, eu fui em junho, com o verão na porta e MORRI DE CALOR. Além disso esqueci de passar o protetor solar no meu primeiro dia e voltei pra casa com uma marca linda de mochila nos ombros. Como já dizia Bial, usem filtro solar!

A Michelle foi em abril, no feriado da Páscoa. O clima ainda era friozinho, não era necessário casacos pesados, o sol esquentava bem. Mas, como toda a Europa na primavera, entrou na sombra, passou frio.

 

ATENÇÃO

Como toda cidade grande, Roma é cheia de gente tentando te dar pequenos golpes. Lá encontramos muitos homens querendo nos dar flores, dizendo que era de graça para depois cobrar. Então passem reto e não caiam nessa! Além disso, fiquem atentas aos furtos, sem dar mole com celular no bolso nessas áreas muito turísticas! Tirando isso, nossos dias foram tranquilos por lá!

 

 

E O QUE FAZER EM ROMA?

Roma é cheia de lugares muito famosos, e apesar de amar conhecer os lugares escondidinhos, tem lugares que a gente precisa conhecer quando viaja né? Fizemos tudo de transporte público, que funcionou muito bem para nós. Os ônibus não são tão pontuais ta? Então dê preferência ao metrô se tiver com pressa. Vamos às coisas que fiz por lá?



Coliseu, Fórum Romano e Palatino

Vamos começar pelos mais clichês, porque esses vocês já sabem que tem que ir!

Eu não tinha sonho em ver o Coliseu, mas ver aquela construção ao vivo é impressionante. Pensar em tudo que aconteceu ali, toda a carga emocional e histórica que esse lugar carrega é realmente muito forte. O lugar é gigante, e você vai querer levar uma garrafinha de água para ficar enchendo por lá, porque o que tem de grande, tem de quente!

Tão quente que minha amiga sentou no suor de bronzeador de alguma pessoa e saiu de lá com a perna laranja hahaha! Fiquem atentos onde sentam para não saírem laranjas de lá também.

Saindo do Coliseu, com o mesmo ingresso você pode ir ao Fórum Romano e ao Palatino.

Reza a lenda que Roma foi originada no Monte Palatino, uma das partes mais antigas da cidade. O fórum Romano é uma “praça” rodeada de ruínas de antigas construções importantes na história romana. Lá você encontra, além das construções, a Via Sacra, que era a principal rua da Roma Antiga, ligando o Coliseu até o Arco de Tito.

Depois de sair do Coliseu, eu já estava com muito calor e passando um pouco mal, então sugiro que você leve e encha bastante sua garrafinha de água, e leve uns snacks para poder dar uma paradinha para comer. Nós paramos por ali perto do Palatino, comemos, descansamos para depois voltar a andar.

Eu e minha amiga, plenas e mortas de calor – Foto: Bianca Mallet 

Piazza di Spagna até a Villa Borghese

Dê uma passada na Piazza di Spagna e pare um pouquinho para descansar e observar a quantidade de pessoas que passam por ali! Em Roma existem várias fontezinhas onde você pode encher sua garrafa d’água, mas você não pode fazer isso nas fontes decorativas, exceto na fonte da Piazza di Spagna. Lá é a única fonte decorativa em que existe uma parte para beber água, o que a torna bem popular entre os turistas.

fonte: https://civitavecchia.portmobility.it/

 

Andando por trás da praça, subindo uma ladeira, você vai chegar a Villa Borghese, um dos maiores parques de Roma. É um lugar legal para ver Roma de cima, e também para descansar.

Passeie pelos jardins, lagos e caminhos arborizados de lá ou então vá a uma das atrações do parque que abriga a Galeria Borghese, um Zoológico, um Cinema, a Galleria Nazionale d’Arte Moderna e outras atrações.

Estávamos com preguiça pós almoço então resolvemos passear pelo parque, e descansar um pouquinho embaixo de uma árvore. Foi uma delícia!

Fontana di Trevi e Panteão

A fonte mais famosa e lotada de Roma é realmente muito bonita tão bonita que fez a Michelle, que não chora nunca, se emocionar ao vê-la e realizar mais esse sonho. Mas se prepare, ela é lotada! Você vai ter que lutar por um espacinho, mas tudo bem, passamos por esses perrengues as vezes em viagens. A dica é chegar cedo! Aproveite para usar suas moedinhas para fazer um pedido, sempre jogue a moeda de costas para a fonte, segurando a moeda com a mão direita e jogando-a por cima do ombro esquerdo! Dizem que esse é o jeito certo! Melhor fazer assim, nunca se sabe né?

 

 

Depois que você fizer sua visita, dê uma andadinha pelas ruazinhas perto da fonte, lá você encontra vários cantinhos super fofos, aproveite para se perder por ali, você vai se sentir andando por uma cidade pequena.

Seguindo o passeio, você pode aproveitar as andadas e ir ao Panteão. É uma das estruturas da Roma antiga mais bem preservadas e hoje em dia é utilizado como uma igreja. O mais legal de lá, é o buraco circular no teto, onde o sol entra, criando um feixe de luz lindo até o chão do local. Mas essa luz depende do horário que você faz sua visita, no horário que eu fui, ela já estava mais virada para as paredes, mas não deixou de ser lindo.

 

Vaticano

Independente da época do ano eu sugiro que compre o ingresso do Vaticano com antecedência. O local é sempre muito cheio, e comprar online pode fazer você economizar muito tempo, talvez horas, na fila.

O tour possui um roteiro fixo, não temos liberdade para caminhar livremente nas salas, provavelmente para preservação. É LINDO, todo o trajeto é maravilhoso abarrotado de pinturas de pintores Italianos e internacionais famosos como Michelangelo e Leonardo Da Vinci. Porém, é longo, muito longo, cerca de 3 horas! Pessoas com dificuldades de mobilidade podem sofrer um pouco. Quando eu fui estava muito cheio e me senti meio presa pois em alguns momentos o espaço delimitado para caminhar era bem estreito.

 

Capela Sistina

No final do tour chegamos ao ponto mais esperado do passeio. É realmente linda! Os afrescos pintados por Michelangelo, são indescritíveis, simplesmente deslumbrantes, tanto o teto, com a famosa obra “A Criação de Adão” quanto o painel com “O Juízo Final”.

Infelizmente, devido ao grande número de pessoas, o tempo da visita é controlado, poucos minutos quando fui… E a lotação é tão grande que não dá para passear. Basicamente você entra, para em algum local, aprecia e vai embora. Minha dica para um dia lotado é: caminhe diretamente para abaixo de “A criação de Adão”, localizada bem no centro da capela. Assim, pelo menos, você vai poder ver melhor todo o espaço. Mas cuidado, algumas pessoas correm para entrar primeiro, cuidado para não se machucar!

Não é permitido tirar fotos! E existem várias restrições de roupas. É proibido entrar de regata, blusas decotadas, shorts, bermuda, saia curta e chapéu. Não precisa se cobrir por inteiro, mas leve um casaquinho ou um lenço em que possa se cobrir caso queira entrar.

Toda essa lotação e restrições acabaram, um pouco, com a magia da Capela Sistina que eu tinha. Ainda assim valeu muito a pena, mas sonho em voltar lá em um dia mais calmo, se é que isso é possível…

Se você quiser ver a missa, no verão, vá preparado para o calor! Muitaaaaas pessoas aglomeradas ficam esperando a aparição do papa na janelinha lá de cima. Mas é um momento bem legal, até para quem não é católico.

O buraco da fechadura (Il Buco della Serratura)

No bairro de Aventino existe um segredo, que hoje em dia não é mais tão segredo assim. Em cima da colina existe uma vila, e na porta dessa vila existe um buraco de fechadura. Lá você vai ver uma fila de pessoas para olhar no buraco, a vista é bem bonita, e com um efeito bem legal: um túnel de plantas em que seu fim é a Basílica de São Pedro.

 

Maxxi

O MAXXI contrasta bastante com o que se costuma procurar como programa turístico em Roma. O nome dele traduz como “Museu Nacional da Arte do Século XXI”, e ele se propõe a expor justamente isso: trabalhos contemporâneos que passam por pintura, escultura, instalação, fotografia, design etc. Tem de tudo! O prédio em si é um show à parte, ele foi projetado pela Zaha Haddid e é um encanto só de caminhar por ele!

fonte: https://www.archdaily.com/43822/maxxi-museum-zaha-hadid-architects

 

Eu não tive tempo de ir porque fiquei muito pouco tempo por Roma, mas minha amiga Bianca (que escreveu esse parágrafo, por sinal) foi e adorou. Então sugiro o passeio caso você queira fugir do turismo basicão por Roma ou caso tenha uns diazinhos a mais!

 

 

When in Rome…Roma à noite!

Quando visitei a cidade, fiquei na casa do pai de um amigo meu. Ele, muito fofo e italiano, fez questão de nos levar para conhecer Roma à noite. Passamos por todos esses lugares que escrevi no post, só que de noite. Realmente a cidade tem duas energias diferentes no dia e à noite. Se você puder dar uma passeadinha por roma quando anoitecer, eu sugiro, é bem lindo!

 

 

TÁ BEM, MAS E A COMIDA?

Uma viagem para a Itália sem comer, não é uma viagem certa. Depois que fui a Gênova e levei uma bronca do meu amigo italiano porque não comi focaccia em Gênova, fiz questão de perguntar para ele o que se come em Roma. E ele me respondeu: Pasta!

Pelas ruas de roma você vai encontrar várias gelaterias, restaurantes, e outras lojinhas, e tenho certeza que você vai encontrar lugares únicos que vão virar seus favoritos. Por isso, vou sugerir meus 3 favoritos.

 

Supplì

Para quem não sabe, supplì não é um restaurante e sim um salgado típico de roma. É um bolinho frito recheado de arroz, molho de tomate e mozzarela. Eu não sei como descrever a maravilhosidade desse salgado. Foi a primeira coisa que eu comi em Roma e estava tão gostoso que nunca mais consegui esquecer. Se façam esse favor e provem essa delícia.

fonte: https://www.manusmenu.com/

 

Trattoria Micci

Essa foi uma dica do pai do meu amigo, então dica de local vale por 3! Um restaurante super fofinho, com ambiente agradável, para você comer sua pasta diária! Comi Spaghetti alla Carbonara e estava maravilhoso. Minhas amigas comeram a lasanha e eu não consegui escolher qual foi meu favorito.

 

 

Pompi

Acho que o Pompi é um lugar conhecido, mas mesmo assim vale a visita. Eu sabia que o tiramisú de lá era famoso, mas não consegui escolher, então pedi um gelato e um tiramisú. Claramente foi comida demais porque a caixinha do tiramisú é grande, mas estava tudo tão gostoso que eu comi tudo e ainda queria mais. Realmente o tiramisú de lá é uma delícia! Sonho com ele até hoje!

fonte: http://tripadvisor.it

 

É isso gente! Essas são minhas dicas de Roma e se vocês tiverem mais dicas ou dúvidas é só comentar no post que a gente responde!


Reserve com a gente!

Você sabia que você pode ajudar nosso blog com uma pequena comissão toda vez que reserva pelos nossos links? Assim a gente consegue se manter e trazer cada vez mais dicas para vocês!

🏨 reservas de hotéis pelo Booking.com

🚗 aluguel de carro pelo Rentcars.com

✈️ passagens pelo Decolar.com

💊 seguro viagem pelo Seguros Promo 

vocês ainda ganham 5% de desconto no seguro com o código: SEATBYTHEWINDOW

Não deixem de seguir nosso instagram, para ficar sabendo de tudo que estamos fazendo por aí

Você viu recentemente ...

Bratislava – roteiro de um dia!

Telhado da casa do parque guel

Barcelona – o que fazer além da Sagrada Família

Bruges – Roteiro de 1 dia!

Palácio de Pena em Sintra - Bate e volta de Lisboa

Sintra, Cabo da Roca, Cascais e Estoril – Bate e volta de Lisboa

Londres com sol – 17 dicas do que fazer

DEIXE UM COMENTÁRIO

Contact Us

[contact-form-7 404 "Not Found"]