Barcelona – o que fazer além da Sagrada Família
Espanha Europa

Barcelona – o que fazer além da Sagrada Família

Aaaaah Barcelona <3  Acredito que essa seja a minha cidade grande europeia preferida (das que eu eu já visitei). Tem tanta coisa para fazer nessa cidade que é possível ficar 1 mês lá e não conseguir ver tudo. Felizmente, eu pude ficar 7 dias, consegui fazer bastante coisa dos pontos turísticos mais básicos até uns passeios mais diferentes. Eu aconselho ficar no mínimo 5 dias em Barcelona para poder ver as principais atrações sem muita correria, sendo possível ficar mais alguns dias daria para ver outros pontos turísticos menos explorados.   

Onde ficar em Barcelona

Eu fui em um passeio da universidade, com a minha turma e o professor, eramos 17 pessoas e, por isso, optamos por ficar em um airbnb enorme próximo à casa Batlló. Eu simplesmente amei essa área, fazíamos praticamente todos os pontos turísticos a pé. Recomendo muito ficar nessa região e em todas as àreas que envolvam o bairro gótico.

Tenho algumas indicações de hostels e hotéis de amigos que se hospedaram e gostaram muito:

  • Hotel Moderno BCN: pertinho do bairro gótico, todo reformado, confortável, com café da manhã incluso.
  • YEAH! Hostel: pertíssimo do metrô e à 15min da Sagrada Família. Limpinho, confortável e todo novinho.
  • U232 Hotel: super confortável, com quartos bem novos e elegantes. Conta com um café da manhã maravilhoso. Fica no bairro Eixample e é super perto do metrô.

 

Passeios

Barcelona tem muitíssimas coisas pra fazer! Cada lugar é mais apaixonante que o outro. Vamos com um passeio de cada vez pra ninguém ficar perdido.

 

Casa Batlló: Um dos projetos mais famosos de Gaudí, facilmente comparada com uma cauda de dragão. Foi projetada para uma família rica e hoje é aberta à visitações. A casa é realmente impressionante, completamente diferente de tudo o que eu já vi na vida.

 

Plaza de Cataluña: Pertinho da casa Batlló, saindo dela fica umas 2 quadras à direita, se encontra uma praça bem famosa de Barcelona. Ela é bem grande, com chafariz, super arejada, assim como a maioria das praças da europa. O que eu achei de legal é que todo o chão da calçada das redondezas foi modelado por Gaudí. Enquanto estiver caminhando por essa área repare por onde pisa, é lindo!

 

Bairro Gótico: Visitar esse bairro é ter a sensação de voltar no tempo, de estar em um filme de época sem economias na sua produção. É simplesmente encantador, cada ruazinha, cada detalhe, prédio e lojinha. Vale a pena se perder pelas ruas e esquecer um pouco a vida, ver o comércio, tomar um sorvete. Por lá tem algumas igrejas e prédios históricos com visita permitida como a Catedral de Barcelona, Torre da muralha romana, Vestigíos romanos à céu aberto, Plaza de Sant Felip Neri, Plaza de Sant Jaime e Igreja de Santa Maria del Pi. Tire um dia para rodar por este bairro e se apaixonar por essa cidade, assim como eu me apaixonei. 

 

Las Ramblas: é uma vie enorme que liga a Praça da Cataluña ao Porto Velho, na Cidade Velha de Barcelona. É uma rua linda, super charmosa. Tire um tempinho para caminhar por ela, tomar um chocolate quente com churros em uma das barraquinhas. Caminhar por lá é sentir a vibe européia ao extremo, uma delícia. 

 

 

Mercado de la Boquería ou Mercado de São José: é um mercado municipal em Las Ramblas, onde é possível comprar produtos frescos para comer. O local é enoooorme, com muitas frutas locais deliciosas, sucos, doces, carnes, ou seja, muita coisa para você experimentar!

 

 

La Sagrada Familia: A mais famosa igreja de Barcelona, também projetada por Gaudí com mais de 100 anos de construção e ainda não finalizada. Mesmo com as obras infinitas, a igreja tem uma imponência quase que sobrenatural. É incrível o fato de cada pedaço da igreja ser tão distinto uns dos outros, mas tudo se encaixa tão bem! Se por fora já é perfeita, por dentro é ainda mais maravilhosa. O teto inspirado em árvores é magnífico, os vitrais fazem entrar luzes quase que caleidoscópicas. Essa é, para mim, a igreja mais linda de todas que já visitei. Está juntinho com a Notre Dame de Paris. Sugiro comprar os ingressos antecipados e, se puder, fazer uma visita guiada para que possa entender o que significa cada pedacinho do projeto de Gaudí. É possível subir até uma das torres da igreja  e ter uma vista privilegiada de Barcelona! Basta solicitar o ingresso no momento da compra.

 

Museu Picasso: Eu confesso que nunca fui muito fã de Picasso, mais porque o Cubismo não é meu tipo de movimento artístico favorito, porém tenho que admitir que esse museu superou todas as minhas expectativas! A exibição aborda todas as fases do pintor, desde seu início na arte até seus últimos trabalhos. O prédio também é magnífico. É possivel comprar o ingresso antecipado nesse link http://www.museupicasso.bcn.cat/en/ ou na recepção do local.

 

Park guell: Mais uma obra feita pelo gênio da arquitetura: Gaudí. O parque foi construído entre os anos de 1900 e 1914, para uma espécie de condomínio privado da época e, em 1924 foi aberto ao público. Extremamente bem cuidado o local é uma caixinha de surpresas, cada canto é um achado único, pensado detalhadamente por Gaudí. Vale a pena caminhar com muita calma por todo o parque entrando em cada pedacinho para não perder nada. O acesso ao parque é limitado a 400 ingressos a cada 30min, programe-se!

 

Entornos do parque Guell: Além da parte fechada, limitada à turistas, o parque possui uma área super extensa aberta à todos. É lindo caminhar por lá, apreciando a vista da cidade de Barcelona. Você também pode entrar na Casa Museu Gaudí, que fica bem próximo à entrada do parque. Aproveite para explorar o local e encontre vários outros achadinhos de Gaudí espalhados por lá.

 

Bunkers del Carmel: Se você quer ter uma vista incrível da cidade de Barcelona esse é o seu passeio! Bunkers del Carmel são ruínas de um antigo forte construído na guerra civil espanhola, abandonadas no topo da montanha Turó de la Rovira. O passeio não é muito conhecido por turistas, o que o torna bastante exclusivo. É ótimo para fugir do roteiro turístico básico! Para chegar até lá é preciso subir uma boa ladeira, então a dica é ir usando sapatos e roupas confortáveis e não se esqueça de levar água.

 

Barceloneta: Praia mais famosa e central de Barcelona. No verão ela fica bem cheia de locais e turistas. O mar lá é bem calminho, e tranquilo. A orla é muito lindinha não deixe de caminhar por lá mesmo se for um dia de inverno, tome um sorvete de uma das barracas, coma uma paella em um dos restaurantes de frente para a praia.

 

Palácio da Música Catalã: Este foi um passeio nada programado, estávamos passando em frente à ele, meio de bobeira, e resolvemos entrar. Meu Deus, que teatro maravilhoso! Fizemos a visita guiada, e acredito que seja a única forma de entrar no local sem ser para ver um espetáculo. A sala de concerto é incrível, com vitrais, bustos, relevos, esculturas simplesmente maravilhosos. O espaço é colorido, mágico! O que me fez me apaixonar é o vitral do teto, com uma forma diferente meio 3D. Fiquei hipnotizada com tamanha beleza!

 

Parque da Ciutadella e Arco do Triunfo: este foi um dos meus lugares preferidos de Barcelona. É um parque enorme localizado no centro da cidade e é muito frequentado por moradores locais para passear, fazer pic-nic, conversar, pegar sol, etc. Além da área verde o parque conta com várias coisas para visitar como o Arco do Triunfo, bem na entrada do parque, o maravilhoso Castelo de Montjüic, o Parlamento da Cataluña, antiga casa do governador, e um zoológico. Gaudí foi um dos artistas que participou do projeto e construção deste parque.

 

Fonte Mágica de Montjuic: localizada na entrada do Museu Nacional de Arte da Catalunha essa fonte enoooorme e linda e, a noite, ocorre um show de luzes, musica e coreografia. São projetadas luzes coloridas que junto com a música parecem que as águas estão dançando. É realmente lindo e apaixonante. A rua que leva até o museu também é apaixonante! Os shows costumam ocorrer às 21h ou 21:30 dependendo do mês do ano pode ser 20h. O ideal é se informar neste site antes de ir, para garantir! 

 

Pavilhão Barcelona: Esse é um passeio para os interessados em arquitetura. Um edifício projetado pelo arquiteto modernista Ludwig Mies van der Rohe para a Feira Mundial de 1929, que é considerado um marco importante na história da arquitetura moderna pelo uso inovador de materiais tradicionais, e também é um marco na história pois foi a primeira participação oficial da Alemanha num evento internacional após o fim da Primeira Guerra Mundial.

 

Montserrat: Esta não é uma atração na cidade de Barcelona. Na verdade, Montserrat é um monastério do século X localizado a cerca de 40 minutos de distância. O local e suas montanhas místicas é considerado a viagem de “bate e volta” mais famosa de Barcelona. Além disso, foi lá que foi descoberta, no ano de 880, a imagem de Maria, mãe de Jesus, chamada de La Moreneta, “A Morena” por ter uma cor escura. A lenda diz que a imagem foi construída por São Lucas e, no ano 50, levada até lá por São Pedro e escondida durante a invasão muçulmana da Península Ibérica. O mosteiro foi construído para abrigar a imagem.

Além de ser LINDÍSSIMO, a paisagem é surreal! A formação rochosa, a paisagem e o ambiente são realmente lindos. Vale a pena fazer uma caminhada pelas trilhas ao redor do local, existem trilhas super curtinhas de menos de 1km para quem não está preparado com tênis (meu caso).

A melhor forma de chegar até Montserrat saindo de barcelona é de trem. Não aconselho carro pois, eventualmente, você terá que pegar o trem ou teleférico. Basta ir até a estação de metrô Espanya, e na bilheteria comprar o bilhete de trem até Montserrat, neste momento você já deve escolher se irá subir ao mosteiro de teleférico ou trem. Eu escolhi ir de trem por ser mais rápido e confortável.

 

 

Comidas e bebidas

Barcelona tem restaurantes de tapas espalhados por tooooda a cidade. Vale a pena parar em algum sempre que a fominha bater e experimentar vários. Eu AMO a culinária espanhola então estava me acabando com tanta comida boa. Infelizmente não guardei o nome de todos que comi… mas aqui vão alguns que ficaram marcados no <3

 

100 Montaditos: o melhor achado de Barcelona! É basicamente um lugar que vende mini sanduíches super gostosos e baratos, e o melhor ainda está por vir: nas quartas e nos domingos tudo é 1 euro, inclusive a cerveja! Se você for de noite, chegue cedo porque os sanduíches acabam, e só sobram os petiscos, mas vale a pena mesmo assim!

La Oveja Negra: Fui nesse bar assim que cheguei em Barcelona, e nesse dia tinha acabado de ter um jogo do Real Madrid contra o Barcelona, então o bar estava LOTAAADO de gente que ou estava no jogo, ou estava assistindo em alguma TV de bar. Mas o bar é bem legal, e se você estiver em grupão, peça a sangria de 5 litros!

Coma Paella: Em Barcelona você vai encontrar milhões de lugares vendendo Paella, escolha seu favorito e coma! É muito bom provar as comidas típicas de cada lugar, e Paella não pode faltar na espanha!

Tasca i Vins: Em barcelona era comum passarmos por restaurantes e eles terem preços fixos para menus com entrada, prato principal e sobremesa. Esse pratos costumam ter os valores muito bons. Entramos nesse restaurante na região de Barceloneta enquanto procurávamos uma paella para comer. Veio bastaaaante comida, e tudo estava muito gostoso, além disso, os preços são muito bons! Os valores dos menus fixos variam de $7 a $13 Euros por menu.

Paella no Tasca i Vins

 

Noite em Barcelona

Essa cidade é abarrotada de boates e bares abertos a noite toda. De todos os preços e estilos, tenho certeza que você vai amar algum. 

Opium: Essa é a boate mais famosa de Barcelona, abarrotada de turistas e de locais. Fica bem na praia, então é possível dar um passeio na areia e depois voltar para dentro da festa (muita gente realmente faz isso). Vários hostels conseguem colocar nomes em listas VIPs, mas caso não seja possível a entrada custa em média 20 euros com 2 drinks inclusos. O clima é bem descontraído, toca todas as musicas mais famosas do momento. Eu me diverti MUITO nessa festa, foi uma das melhores noites da europa que tive. 

La Terraza: É uma boate ao ar livre,  no topo de uma montanha em um prédio antigo, de 1929,e abandonado e hoje é uma das melhores nights da cidade. A vista do local é maravilhosa, o efeito das luzes da festa é incrível. A música não é muito alta devido à restrições da vizinhança, por não ter teto, mas ainda vale a experiência.

 

Outras boates muito famosas e super recomendadas, que infelizmente não pude ir, são: Razzmatazz, Otto Zuts Club e Sala Apolo

 


 

Reserve com a gente!

Você sabia que você pode ajudar nosso blog com uma pequena comissão toda vez que reserva pelos nossos links? Assim a gente consegue se manter e trazer cada vez mais dicas para vocês!

🏨 reservas de hotéis pelo Booking.com

🚗 aluguel de carro pelo Rentcars.com

✈️ passagens pelo Decolar.com

💊 seguro viagem pelo Seguros Promo 

vocês ainda ganham 5% de desconto no seguro com o código: SEATBYTHEWINDOW

Não deixem de seguir nosso instagram, para ficar sabendo de tudo que estamos fazendo por aí

Você viu recentemente ...

Bratislava – roteiro de um dia!

Bruges – Roteiro de 1 dia!

Palácio de Pena em Sintra - Bate e volta de Lisboa

Sintra, Cabo da Roca, Cascais e Estoril – Bate e volta de Lisboa

Londres com sol – 17 dicas do que fazer

Rua Augusta, Lisboa, Portugal

Lisboa – Do clássico ao cool

DEIXE UM COMENTÁRIO

Contact Us

[contact-form-7 404 "Not Found"]